13 jun, 2017

Cultura Halal

13 jun, 2017

Na medida em que o alimento pode influenciar a nossa alma, comportamento, saúde moral e física do ser humano, como já foi comprovado por estudos científicos recentes, o Islam tornou obrigatório que o mesmo se preocupe em conhecer a origem daquilo que consome, isto é, saber se seu alimento é lícito e puro ou não. A correta distinção entre o halal (lícito e puro) e o Haram (ilícito) ocupa uma posição destacada no Islam. A fé e a prática religiosa estão intimamente ligadas a esses dois aspectos uma vez que, são na realidade, a manifestação efetiva da crença.

O Islam nos ordena que verifiquemos se aquilo que consumimos está em conformidade com a jurisprudência islâmica ou não. Tudo que está em conformidade é denominado e classificado como Halal”. Dessa forma, os Alimentos Halal são os que são lícitos (permissíveis) para o consumo dos muçulmanos, definidos através de um rigoroso processo que envolve a produção, armazenamento, preparo e também o ato de servir. O Islam não permite o consumo de nada que contenha álcool, ou o consumo de carnes e derivados de animais não halal ou abatidos de forma não halal, mesmo que em pequenas quantidades, e mesmo que misturados com outros ingredientes!

 

Leave a comment:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *